quinta-feira, 4 de abril de 2013

Não existe segunda chance!

"O presente não é um passado em potência, ele é o momento da escolha e da ação." - Simone de Beauvoir,  filósofa existencialista, escritora e feminista francesa (1908-1986)

Quem me acompanha há mais tempo aqui pelo blog ou fora dele sabe o quando eu falo sobre a importância de conhecer a própria história, sem deixar de ter planos e sonhos para o futuro. O assunto de hoje é um pouco diferente, vamos falar sobre o agora. O presente é o único tempo que temos. É claro que a história é importante sim, e que ninguém jamais poderá tirar de nós os nossos sonhos. Mas é no presente que tudo acontece.

O tempo é uma coisa que sempre me intrigou, gerando até ansiedade algumas vezes. Tanto é que dei ao meu primeiro livro o título "O tempo não espera". Por que uns têm tempo e outros não? O que fazemos com o nosso tempo e o que gostaríamos de fazer? Esse tipo de questão sempre mexeu muito comigo. Só temos o agora... Agora eu escrevo este texto. Quando você estiver lendo, eu já terei terminado e o meu agora já terá ficado para trás. O que fazer com o nosso tempo?

A vida não permite ensaios ou outros takes.
É um filme participativo e feito ao vivo.
Na vida não existe segunda chance. A primeira vez é e sempre será a única. O que você tem hoje, Bia? Claro que sempre podemos tentar outra vez. Sim, podemos. Mas na segunda tentativa, mesmo que seja logo a seguir, o contexto já será outro. Já seremos diferentes, já teremos sido influenciados, marcados, pelas consequências da primeira tentativa. Mesmo que a consequência se limite à nossa própria lembrança. Além disso, como dizem por aí, a vida não tem replay! Agora é o único momento que temos para fazer com que o futuro sonhado realmente aconteça. Para isso, percebo dois pontos fundamentais: planejamento e ação.

Planejar é sonhar com os pés no chão. É olhar para os sonhos e conseguir enxergar em cada um deles um potencial, mesmo que pequeno, de realidade. Nesse momento, podemos usar diversos recursos: listas de tarefas, de prioridades, de recursos necessários. E, muito importante, sempre dê um prazo aos seus planos. Essas estratégias de planejamento nos permitem manter o foco nas nossas metas, atingindo-as com maior eficácia e com menos transtornos. 

Ação é assim: comece fazendo força com as pernas... até levantar o corpo da cadeira! Gente, sonhar é lindo e fundamental para qualquer pessoa, mas sem trabalho, nada acontece. Não adianta nada planejar, fazer planilhas, listas, estabelecer prazos e esquecer de agir. Preste atenção às palavras que você usa. Quanto menos verbos para descrever uma ação, melhor, porque a probabilidade de colocar o plano em prática é maior. Por isso, nada de "ver se penso em procurar fazer caminhadas matinais". Apenas acorde cedo e vá! Tanto faz se o plano em questão é ligado ao campo profissional, pessoal, afetivo ou qualquer outro. Vá lá e faça o que precisa ser feito. Simples assim. Nunca serei mais sociável se eu não gastar meu tempo conhecendo pessoas e me deixando ser conhecida. Nunca serei uma boa escritora ou desenhista se eu não gastar tempo escrevendo ou desenhando ou seja qual for a minha arte. Nunca abrirei meu próprio negócio se eu não for atrás da documentação necessária, juntar os recursos que preciso, e trabalhar bastante. Não tenha medo de gastar seu tempo indo atrás do que é importante para você, porque o momento é este. Sem replay e sem segunda chance.

Ouse. Ousar é ter coragem. E coragem significa fazer algo de coração. Isso implica em ser sincero consigo mesmo e ir atrás do que acredita, com foco e planejamento sim, com sonhos, mas também com ações concretas. Muitos receiam perder tempo com coisas, pessoas ou atividades que não são exatamente as que lhes trazem satisfação. Ouse mudar. Ouse planejar. Ouse ir atrás do que realmente importa para você e ouse deixar a sua vida mais parecida com a forma como você gostaria que ela fosse. Pinte a vida com suas próprias cores. E, para isso, ouse questionar-se: o que exatamente você busca? O que te daria satisfação? O que faz sentido para você? Este é o foco. Ah, eu até planejo, mas você não sabe como é difícil colocar meus planos em prática! Escuto frases assim muitas vezes. Ninguém disse que era fácil. Aliás, se fosse fácil já teriam feito, como dizia um professor. Não estou pronto! Então prepare-se, e bem rapidinho. Não há segunda chance e nem replay. Não tenho sorte... Sem agir, ninguém nunca terá.

Ser feliz dá muito trabalho. Só consegue ser feliz quem quer muito. Quem ousa. Quem faz de coração, sendo verdadeiro. É normal ter medo, ficar inseguro ou ansioso. Mas é preciso ter a certeza de que somos muito mais fortes do que qualquer medo ou insegurança, pois as nossas emoções são partes de nós, e não o contrário. E se elas são partes de nós, isso quer dizer que existem mais partes lá dentro. Partes diferentes. E nós somos aqueles que têm a chave para trazer essas outras partes para a luz. A confiança, o foco, a animação, a esperança... Nada de "tentar pensar em ver como." Agora é o único tempo que temos em nossas mãos. O presente é uma matéria que se molda facilmente, pois está em movimento, é fluido. Mas para que o presente se torne o que esperamos que ele seja, é preciso um artista que lhe dê forma. Agora.

2 comentários:

  1. O passado não volta. Serve para aprendermos.
    O futuro não sabemos, mas nossas decisões no presente o afetará.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo com você, Claudio. A melhor forma de garantirmos um passado e um futuro que gostaríamos que fossem parte da nossa vida é cuidando do presente, através das nossas escolhas.
      abraço

      Excluir