sexta-feira, 5 de julho de 2013

Ágora - O que faz um psicólogo?

Oi Bia, meu nome é Ana Carolina, estou terminando o Ensino Médio e agora no próximo semestre preciso escolher uma carreira para me inscrever no vestibular. Mas meu problema não é bem esse, já escolhi o que quero ser, vou ser psicóloga. Gosto do jeito que você fala da sua profissão e como não conheço outra psicóloga pra perguntar resolvi escrever pra Ágora, acho que tem mais gente com a minha dúvida. Mas então, eu queria muito me formar e trabalhar com pacientes, mas sei que o psicólogo pode trabalhar em outras áreas. Você pode me contar como é o trabalho do psicólogo em cada área? A gente se forma e pode trabalhar em qualquer uma ou tem que fazer alguma outra coisa? Como é o mercado de trabalho? Tem alguma dica pra eu ser uma boa psicóloga? Valeu Bia! beijinhos
Ana Carolina - São Paulo


Oi, Ana Carolina!

Fiquei feliz com a sua pergunta, de tempos em tempos sempre aparece alguém querendo saber mais sobre o curso de psicologia e as possibilidades de atuação, bom que com seu email você me ajudou a colocar esses dados no blog. As possibilidades de atuação do profissional de psicologia são inúmeras. O curso dura 5 anos e costuma ser dividido assim: os 4 primeiros anos são mais teóricos, o estudante terá matérias como filosofia, antropologia, sociologia, psicologia geral, teorias da personalidade, psicologia social, do trabalho, da educação, ética profissional... Nesta primeira parte, os estágios obrigatórios são mais pontuados (geralmente são feitos na clínica escola da sua faculdade ou em instituições vinculadas a ela, como empresas, escolas e hospitais gerais e psiquiátricos); o estudante não faz atendimentos, mas costuma aplicar testes psicológicos e fazer entrevistas, por exemplo, para ver as teorias estudadas na prática. O quinto ano costuma ser muito mais prático, com muitos atendimentos, estágios e supervisões. Na maioria das faculdades, as turmas de quinto ano se dividem de acordo com o interesse de cada estudante. Por exemplo, no meu quinto ano escolhi a área clínica, alguns colegas escolheram o enfoque na área da psicologia do trabalho, outros na psicologia da educação... Isso NÃO significa que podemos trabalhar apenas na área escolhida, nosso diploma de psicólogo nos permite trabalhar na área que quisermos, apenas a carga de estágios que cumprimos é maior na área escolhida. Estágios em outras áreas são cumpridos da mesma maneira, mas com uma carga horária menor. Um ponto importante: enquanto estudar psicologia, faça terapia. De preferência, comece antes mesmo de entrar na faculdade. Não dá para mexer na psique nos outros se a gente não conhecer bem a nossa própria! Agora vou falar um pouco de algumas das áreas de atuação da psicologia.

PSICOLOGIA CLÍNICA -  é a mais conhecida. Trabalhamos em consultórios atendendo pessoas que sentem algum tipo de desconforto com relação a elas mesmas ou a suas vidas. Há diferentes abordagens, ou "linhas", como a sócio-histórica, a psicanálise, junguiana, humanista, a cognitiva-comportamental... É possível trabalhar atendendo apenas um paciente, casais, famílias, fazer grupos terapêuticos (como grupos de dependentes químicos, de pais, de pacientes que passarão por cirurgias ou tratamentos mais agressivos, etc...).

NEUROPSICOLOGIA - um dos meus campos de atuação! É uma área bem nova no Brasil, buscamos investigar as relações entre o cérebro/sistema nervoso e as funções psicológicas (como a atenção, memória, cognição, a forma como lidamos com emoções e conflitos, planejamento de ação, entre outras). A neuropsicologia é uma área bem dinâmica, pois permite atuar na clínica, em escolas, empresas, na prevenção de problemas...

PSICOLOGIA DO TRABALHO / ORGANIZACIONAL - atuação junto a empresas, geralmente no departamento pessoal, fazendo seleção e treinamento de pessoal, campanhas motivacionais, resolvendo conflitos internos entre funcionários, diretoria, enfim, promovendo maior qualidade de vida no trabalho. Também faz consultorias.

PSICOLOGIA ESCOLAR / DA EDUCAÇÃO - o foco são os processos de ensino e aprendizagem. Pode trabalhar em escolas, junto a coordenação, professores, funcionários, alunos e famílias, com questões de ensino-aprendizagem, adaptação ao ambiente escolar, orientação profissional, etc.

PSICOLOGIA HOSPITALAR - atua dentro de hospitais gerais, junto aos pacientes internados, suas famílias e às equipes de saúde. Inclui ajudar o paciente/família a aceitar a doença, aderir ao tratamento, preparar-se para a alta após longos períodos no hospital ou mesmo atuar nos cuidados paliativos (junto a pacientes terminais e/ou suas famílias).

PSICOLOGIA SOCIAL - trabalha com grupos e os conflitos que ocorrem neles (a formação da nossa identidade, por exemplo), assim como os processos de interação indivíduo x sociedade (e aqui sociedade pode ser entendida não só no geral, mas grupos menores de amigos, colegas de trabalho, famílias, etc.). O foco é o ser humano inserido num grupo social.

PSICOLOGIA COMUNITÁRIA - atua junto a comunidades, muitas vezes através de ONGs, de instituições públicas ou privadas. Muita gente considera esta uma parte da psicologia social, mas veja que o foco aqui é específico, pois o grupo social em questão é a comunidade com a qual se está trabalhando.

PSICOLOGIA DO ESPORTE - trabalha com os fatores emocionais que afetam o desempenho de atletas, como a ansiedade, a motivação, a concentração... Também atua com times e equipes, ajudando os integrantes a terem coesão entre si e motivação.

PSICOLOGIA JURÍDICA - o psicólogo trabalha junto à Justiça, seja na área de perícia (por exemplo, para saber se um criminoso sofre de algum tipo de transtorno mental), seja na vara de família (em casos de adoção, de separação de casais e guarda dos filhos, etc.).

Existem muitas outras áreas, como o ensino, a pesquisa, a atuação junto a pacientes psiquiátricos hospitalizados, no sistema prisional, junto a refugiados, em emergências e situações de calamidade, fazendo avaliação psicológica, psicologia do trânsito, do comportamento do consumidor, entre outras. O mercado de trabalho para o profissional de psicologia sempre vai existir. Desde que existam seres humanos, aí está a necessidade de superar conflitos e situações que podem surgir.

Quanto à dica para ser uma boa psicóloga, eu diria para sair do campo da psicologia. Vá além. Não tenha medo de ultrapassar limites, leia, estude e conheça tudo que de alguma forma chegar ao seu alcance. Lembre-se que nosso maior instrumento de trabalho é o nosso discurso, por isso nunca o limita apenas à psicologia. Estude temas de áreas (afins ou não), na área da saúde, da educação, da administração, da física (lembre-se que trabalhamos com a realidade das pessoas, que nada mais é do que um contexto de tempo-espaço), filosofia, sociologia, estude história e política, estude sobre outros povos e culturas, sobre mitologias e diferentes religiões, leia biografias e obras de ficção... Ah, e veja bons filmes, peças de teatro, exposições, ouça músicas, leia poesias... Tudo é material, tudo é discurso e neste momento de formação, em especial, todo discurso pode contribuir para que você reflita e construa o seu próprio discurso. Para mim, é isso que faz de alguém um "bom" psicólogo.

Como vimos, o campo de atuação do psicólogo é bem vasto. Independente da área em que trabalhamos, nosso foco sempre é promover e preservar o bem estar psíquico/emocional do ser humano, seja através da prevenção, intervenção, tratamento ou cuidados paliativos. Onde existirem pessoas, lá estará o psicólogo!

Espero ter contribuído. E seja bem vinda à nossa profissão!
beijo
Bia F. Carunchio

Para participar da coluna Ágora, envie a sua pergunta para o email bf.carunchio@gmail.com, você também pode participar enviando sua pergunta através da nossa página no Facebook ou do meu perfil pessoal.  Você tem a opção de se identificar ou de se manter como anônimo.

Um comentário:

  1. Obrigado! Me ajudou bastante. Sempre procuro aprender de tudo que encontro em minhas pesquisas, nunca fica preso a nada, sempre busca coisas novas, acredito que assim posso ter uma visão melhor de cada situação do meu dia a dia.

    ResponderExcluir