sexta-feira, 11 de outubro de 2013

Ágora - Sugestões para estudar melhor

Oi Bia 
Meu nome é Lucas, tenho 15 anos. Queria falar com você sobre a escola e os estudos essas coisas não estão muito bem comigo. O final do ano ta chegando e começa o medo das provas finais. Estou no 9o ano, quando eu era mais novo so ficava brincando na aula e repeti de ano quando estava no 6o, na epoca minha mãe me colocou na psicologa e melhorei bastante. acho que entendi que preciso levar a serio se quiser dar certo na vida. Tenho muito medo de não conseguir!!! Medo de repetir, de acabar largando os estudos e ter uma vida ruim. Tambem fico preocupado pq se tudo der certo e eu passar de ano (minhas notas estao na media) vou pro Ensino Medio e não sei como vou conseguir dar conta de tantas lições de casa, trabalhos, livros e tudo mais. Acho que preciso aprender a me organizar melhor e tambem a ser menos distraido. Como faço pra melhorar?
Valeu Bia!! Ah e o seu blog é otimo!!!
Lucas - Valinhos, SP


Olá, Lucas!

Que legal que gosta do blog! Queria começar dizendo que também gostei bastante da sua pergunta. Você mostra muita maturidade quando reconhece que tem um problema e busca formas de melhorar. É normal, quando a gente se vê frente a um problema ou uma situação nova, se sentir assustado. Porque é difícil deixar de lado uma situação conhecida (por pior que ela seja) e lançar-se para o desconhecido. O que não pode acontecer é paralisar!

Você diz que suas notas estão na média. Se for assim, as coisas estão relativamente sob controle, basta fazer um bom trabalho na reta final. Separei algumas sugestões para ajudar a estudar melhor:

- Coma direito. Eu sei que parece não ter nada a ver, mas comer em quantidades menores e com frequência garante que seu cérebro seja abastecido constantemente com glicose. Isso quer dizer que assim podemos aprender e pensar melhor. Também é melhor dar preferência a alimentos mais naturais e nutritivos.

- Durma o suficiente. Na adolescência é normal ter mais sono. Por isso, nada de ficar até de madrugada no game! Cuide de você. O computador, a TV e outras distrações ainda vão estar aí no dia seguinte. Uma coisa interessante: nossa memória se fortalece no sono, pois é nas horas que passamos dormindo que o cérebro "grava" as informações importantes.

- Tenha um lugar para estudar, isso ajuda a "entrar no clima" e a não perder livros e papeis importantes. Pode ser uma escrivaninha num cantinho do seu quarto, a mesa da cozinha, a biblioteca do colégio, não importa. O fundamental é que seja bem iluminado e arejado. Mantenha o lugar arrumado, senão o desespero já chega antes mesmo de começar as tarefas! A organização de que falo é aquela coisa bem básica: lixo no lixo, papeis e livros empilhados num cantinho, canetas na gaveta ou numa latinha, objetos que não têm nada a ver com o estudo vão para o lugar deles. Abra espaço para o seu estudo!

- Evite estudar ou ler deitado na cama ou sentado de qualquer jeito. É melhor se sentar à mesa, com a coluna no lugar e os pés no chão. Isso ajuda o nosso cérebro a receber mais oxigênio, melhorando a atenção e facilitando a aprendizagem.

- Tenha uma lista de tarefas. O que precisa fazer esta semana? Trabalho de história, exercícios de matemática, estudar para a prova de inglês e a redação sobre atualidades? Muito bem, então dedique-se a uma tarefa por vez. Assim, além de terminar mais rápido por não ter de mudar de assunto e retomá-lo toda hora, você se mantém mais atento ao conteúdo estudado e aprende melhor.

- As horas de aula são preciosas! Demorei para aprender isso, mas é a verdade. Quando eu estava na faculdade, meus horários eram muito corridos. Além do curso, eu tinha muitas atividades fora do período de aulas, por isso não tinha tanto tempo para correr atrás de informações perdidas. Então, percebi que o melhor a fazer era, nos momentos de aula, estar 100% na aula! Anotar tudo direitinho e tirar as dúvidas naquele momento, pois eu sabia que mais tarde não poderia fazer isso. Se a gente olhar com frieza, uma sala de aula nos oferece muitas distrações. Amigos para conversar, pessoas para ficar olhando, coisas sobre as quais queremos pensar ou que passam pela nossa mente e que nem sempre têm relação com a aula... No entanto, tudo isso ainda vai estar lá quando a aula terminar, mas a aula "se vai" assim que toca o sinal! Sei que é difícil mudar isso, mas ajuda muito quando a gente toma a decisão de que a partir de agora vai se manter totalmente presente na aula. Uma coisa que pode ajudar é comentar sobre isso com os seus amigos e professores e pedir para que te ajudem a melhorar, dando um toque quando notarem que você se distraiu.

- Crie uma rotina de estudos. As tarefas precisam de horário, não são algo que se faz quando não sobrou nada melhor para fazer. Por exemplo, quando chegar da escola se dê um intervalo curto para descansar um pouco e comece logo o que precisa ser feito. Crie seus horários e permita-se segui-los. Além de facilitar o seu trabalho, essa rotina acalma aquela ansiedade que algumas vezes sentimos frente a muitas tarefas que se acumulam.

- Faça resumos da matéria. Todos os dias, quando chegar da escola, leia o que anotou e escreva o que entendeu sobre os pontos importantes, com as suas palavras, em poucas linhas. Assim, quando for estudar ou tiver dúvida, é só voltar aos seus resuminhos!

- Dê um tempo! Separe alguns momentos para relaxar e se divertir. Quando nos desligamos um pouco, podemos descansar e recuperar o ânimo. Permita-se por exemplo dormir um pouco mais nos finais de semana, sair com os amigos ou fazer alguma coisa que você goste.

Você também diz que é desatento. Lucas, eu gostaria que você tentasse perceber em que momentos acontecem as distrações. Só durante a aula e as tarefas ou também quando está fazendo uma coisa que gosta (falando com os amigos, vendo um filme, etc.)? Se for apenas durante a escola, é questão de seguir as dicas e ajustar seu foco. Mas se for o tempo inteiro, inclusive em atividades que você goste, aí é interessante voltar para a psicóloga, assim ela pode avaliar direitinho se está tudo bem.

Você já deu o primeiro passo, que é reconhecer sua dificuldade e a necessidade de mudanças. Agora é pegar firme e colocar as mudanças em prática!

Bons estudos!
beijo,
Bia


Para participar da coluna Ágora, envie a sua pergunta para o email bf.carunchio@gmail.com, você também pode participar enviando sua pergunta através da nossa página no Facebook ou do meu perfil pessoal.  Você tem a opção de se identificar ou de se manter como anônimo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário