sexta-feira, 22 de novembro de 2013

Ágora - Sonhos que acontecem

Oi Bia tudo bem? Queria perguntar na Ágora uma coisa sobre sonhos. Desde bem novinho, tem vezes que eu sonho coisas e depois elas acontecem mesmo. Li que isso se chama sonhos premonitórios e queria saber se é normal. Isso acontece com coisas ruins por exemplo quando meus avós morreram e eu já sabia antes porque fui avisado nos sonhos. Mas também acontece com coisas boas, tipo quando sonhei que estudava um exercício e acordei, estudei e ele caiu mesmo na prova de recuperação, graças a isso passei de ano. Hoje eu não me assusto mais com isso, só quando é alguma coisa de ruim que eu fico nervoso ate acontecer. Mas eu queria entender por que isso acontece, se é normal.
Evandro - Campo Grande, MS


Olá, Evandro!

Parece que você tem um contato saudável e aberto com o seu inconsciente - e isso é muito bom! Os sistemas psicológicos mais tradicionais não trabalham com essa possibilidade dos sonhos acontecerem, pois para essas formas de ver e interpretar a realidade, os sonhos não passam de conteúdos mentais reprimidos. No entanto, existem teorias psicológicas mais abertas, que aceitam e encorajam um contato mais aprofundado com o inconsciente. Nesse segundo modelo, os conteúdos dos sonhos não se limitam a materiais reprimidos, o sonho nos traz toda uma dimensão simbólica carregada de significados transformadores.

Independente da teoria psicológica através da qual pensemos, uma coisa é certa: a partir do momento em que consideramos a existência de um inconsciente (pessoal e/ou coletivo) e aceitamos a enorme influência dele na nossa vida, é preciso compreender duas coisas sobre o inconsciente: ao contrário da consciência, da nossa vida concreta, no inconsciente não existe tempo e nem espaço. É como um mundo mítico. Todos os tempos são presentes e todos os espaços podem ser acessados. No inconsciente (não como um lugar, mas como uma forma de funcionar e de se movimentar pelo mundo), tudo é possível, a realidade que conhecemos, limitada por uma série de condições físicas, espaciais e temporais, se redefine e ganha novos contornos, os contornos que acreditamos serem aplicáveis a nós mesmos e à nossa vida. Passado e futuro, lá e cá, perto ou longe deixam de existir e perdem o significado. Tudo é aqui. Tudo é agora.

Entendido isso sobre o inconsciente, vamos falar sobre a sua situação, Evandro. Diante dessa realidade, não percebo nada de estranho ou fora do normal no que você me contou. Desde que isso não te cause um estresse ou ansiedade excessivos, não há com o que se preocupar. Todos podem acessar as informações do inconsciente, o que acontece é que poucos se permitem verdadeiramente fazer isso.

Uma coisa legal é anotar os sonhos, pois mesmo quando não acontecem de forma literal, algumas vezes é bem perceptível a maneira como eles se mostram na nossa realidade concreta através de sincronicidades ("coincidências") carregadas de sentido. Quanto mais trabalhamos com os nossos sonhos, mais nos lembramos deles e mais claros eles se tornam, pois nos familiarizamos com seus símbolos. Se quiser aprender a criar um diário de sonhos e a trabalhar com ele, clique aqui.

Caso você fique muito apreensivo quando sonha com algo ruim, é interessante trabalhar com ordens mentais. Quando se deitar para dormir, dê a si mesmo a ordem de que irá se lembrar de seus sonhos e que os sonhos serão construtivos e trarão bem estar e crescimento. Dê a ordem pensando com clareza e em frases curtas, sempre positivas (evite termos como "não", "nunca", etc.). O resultado costuma ser muito bom!

Bons sonhos!
beijos
Bia


Para participar da coluna Ágora, envie a sua pergunta para o email bf.carunchio@gmail.com, você também pode participar enviando sua pergunta através da nossa página no Facebook ou do meu perfil pessoal.  Você tem a opção de se identificar ou de se manter como anônimo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário