terça-feira, 28 de janeiro de 2014

Mythos - Vishnu: a manutenção da realidade

Na mitologia da Índia, o deus Vishnu é chamado de preservador e protetor. No hinduísmo, o mundo é criado e destruído muitas vezes, formando ciclos. Cada ciclo é iniciado por Brahma, que cria o mundo; preservado e protegido por Vishnu, até o momento em que é destruído por Shiva. O nome Vishnu vem do termo sânscrito vishva, que significa "tudo". O nome Vishnu significa "aquele que tudo impregna". Ele tem vários epítetos, formas pelas quais as pessoas o chamam quando não querem ou não podem dizer seu nome: aquele que existe por si mesmo, o senhor dos sacrifícios, aquele que é adorado por todos, o protetor do mundo, o senhor do paraíso, o espírito supremo.



Vishnu é representado como um homem de pele escura, tingida de azul nos ícones, deitado sobre a serpente Ananta, que tem mil cabeças e representa a eternidade. A serpente flutua num oceano de leite, o oceano cósmico de onde tudo surge. Do umbigo de Vishnu, sai uma flor de lótus, e sobre ela está Brahma, o criador. Aos pés de Vishnu está Lakshmi, sua esposa e deusa da beleza, sorte e fortuna, elementos que precisam se curvar ao absoluto para que se mantenham. Quando Vishnu dorme e sonha, seu sonho é a nossa realidade.

De acordo com os mitos do hinduísmo, o deus Vishnu vem ao mundo sempre que algo realmente perigoso o ameaça. Ele pode vir na forma de animais, na forma humana ou de forma mesclada, como um ser humano com partes animais. As formas mais conhecidas são Rama, um arqueiro, e Krishna, um pastor que toca flauta e dá sábios conselhos. Uma de suas formas ainda não existiu, está por vir, e se chama Kalki, é um espadachim montado num cavalo.


Questões para reflexão:

1- Qual o lugar dos sonhos na sua vida? Os sonhos de Vishnu são fundamentais, pois eles que criam e movimentam a realidade. Seus sonhos (dormindo) têm algum significado especial para você? E os sonhos acordados? Você costuma planejar seus passos ou deixa a vida seguir ao acaso? Por que? Como são os ciclos da sua vida? Como você os cria, protege e destrói? Existe um equilíbrio entre planejar e agir?

2- Quando uma grande ameaça se mostra, Vishnu vem para o mundo defendê-lo do que quer que seja. Qual a sua atitude quando está frente a algo ameaçador? Quais são as maiores ameaças na sua vida? Como seria a destruição total, a não existência? E como é a luta, como ela a faz sentir (ameaçado, confiante, protegido, entristecido...)? Suas defesas são eficazes ou, como Vishnu, seria necessário assumir novas formas/atitudes nas ocasiões que trazem essa necessidade?

3- Lakshmi, a esposa de Vishnu, é deusa da beleza, sorte e fortuna, e esses elementos precisam se curvar a algo maior e misterioso, muitas vezes chamado apenas de "o absoluto". Numa via de mão dupla, ao mesmo tempo que Lakshmi se curva ao absoluto, estando aos pés de Vishnu, ela também traz em si os pilares que o sustentam, os valores que protegem o absoluto e o movem rumo à continuidade. Quais elementos/valores cumprem essa função protetora e encorajadora na sua vida?

Nenhum comentário:

Postar um comentário