sexta-feira, 30 de maio de 2014

Ágora - Sobre o curso de psicologia

Olá. Vi seu blog 'A Rosa dos Ventos'. achei bacana. 
Pretendo cursar psicologia. Como se dá os estudos na faculdade de psicologia? Gostaria de saber como é o dia-a-dia do estudante de psicologia...
Antonio


Oi, Antonio!

O curso de psicologia dura 5 anos. Os 4 anos iniciais costumam ser mais teóricos. O estudante terá matérias como filosofia, antropologia, teorias psicológicas, anatomia e neuroanatomia, psicologia do desenvolvimento, testes psicológicos, entre muitas outras. Nesse bloco inicial, as atividades práticas acontecem de forma mais pontuada, como aplicações de testes e entrevistas/anamneses na clínica escola (toda faculdade de psicologia tem a sua clínica onde os estudantes aplicam o que aprendem), estágios e visitas a hospitais gerais e psiquiátricos, escolas, empresas...

No último ano, a situação se inverte, pessoalmente achei o quinto ano o mais interessante, pois a maior parte das atividades do curso são práticas. Geralmente as faculdades pedem ao estudante para que escolham uma ênfase, como psicologia clínica/da saúde, psicologia do trabalho, psicologia educacional... Ao final do curso, o profissional poderá atuar em todas as áreas, pois passará (durante a formação) por cada uma delas, apenas terá uma carga horária maior na ênfase escolhida. Para conhecer melhor as principais áreas de atuação do psicólogo, veja o artigo O que faz um psicólogo?, quando conversamos com outra futura estudante de psicologia, a Ana Carolina. Lá também conversamos um pouco sobre como é o curso e como aproveitá-lo ao máximo.

Sou suspeita para dizer, pois amo minha profissão, mas o curso é muito bonito e mexe bastante com o estudante, levando-o a repensar seus conceitos e atitudes perante as diversas situações da vida. Nesse processo, é fundamental não se limitar apenas ao que é ensinado na universidade, fazendo cursos paralelos, leituras paralelas, bons estágios e psicoterapia. Aliás, a psicoterapia é um ponto fundamental da formação. Ela permite que o estudante conheça a si mesmo e os caminhos de seu mundo interior antes de se aventurar pelo mundo interior de seus futuros pacientes. Permite ainda a compreensão de técnicas psicoterápicas, discussões sobre o papel e a postura profissional do psicólogo, a ética profissional... Para entender melhor a necessidade de se fazer psicoterapia, confira o texto Terapia para estudantes de psicologia, quando conversamos com o João Pedro, que também pensa em se inscrever no curso de psicologia e gostaria de entender melhor esse ponto.

Para terminar, Antonio, independentemente da área da psicologia em que você gostaria de atuar, nunca se limite apenas a ela em seus estudos. Conheça outras áreas, outras teorias... Aliás, amplie seus conhecimentos para além da psicologia! Outras áreas da saúde, das ciências humanas e exatas, a arte, tudo contribui para a formação do psicólogo. Leia livros, assista a filmes, visite museus e exposições, converse com as pessoas (incluindo também as pessoas sem formação acadêmica, todos sempre têm algo a ensinar e a contribuir). É fundamental manter uma postura aberta, saber ouvir e procurar entender cada situação pelo ponto de vista de quem conta, e não pelos nossos próprios. No mais, uma coisa muito gostosa sobre o curso é que a aprendizagem não termina quando a aula acaba, nosso dia a dia sempre oferece ótimas oportunidades para refletir e perceber tudo aquilo que lemos e estudamos.

Bem vindo à nossa profissão, Antonio!
beijos,
Bia


Para participar da coluna Ágora, envie a sua pergunta para o email bf.carunchio@gmail.com, você também pode participar enviando sua pergunta através da nossa página no Facebook ou do meu perfil pessoal.  Você tem a opção de se identificar ou de se manter como anônimo.

Um comentário:

  1. Gostei muito, um ótimo texto! Eu aprendo todo dia coisas novas, conversando e observando as pessoas.

    ResponderExcluir