sexta-feira, 4 de julho de 2014

Ágora - Abuso sexual dentro de casa

Ola Bia ! meu nome é (...) tenho 18 anos e gostaria de poder compartilhar minha historia com vc. A mais ou menos 7anos atras meus pais se separaram depois de 13 anos de casados, e depois de algum tempo minha mae se casou de novo com um cara. ele no começo ate que era legal. sempre tentava agradar a mim e aos meus irmaos. tenho 3 irmaos menores que eu. So que depois de um tempo ele resolveu mostrar quem era de verdade e a primeira vitima foi eu. ele aproveitou um dia que estava so eu e ele em casa e pediu pra deitar do meu lado na cama. Ate ai nao achei nada de mais pq ele sempre era meio carinhoso comigo e com meus irmaos. so que eu estava um pouco sonolenta e ele percebeu e aproveitou para passar o braço em volta de mim e foi descendo a mao ate coloca -la dentro da minha calça e tentar passar a mao na minha bunda , eu levantei na hora chorando mt. e assustada. E ele disse que havia feito sem querer. Acabei que nao contei pra minha mae. e mt menos ele ne. E as coisas foram sempre assim. ate que um dia ele me chamou no quarto dele e pediu pra mim dar um abraço nele. quando eu dei ele começou a ficar com a respiraçao ofegante e começou passar a mao nas minhas costas e eu perguntei pq ele estava respirando daquele jeito. e ele disse que nao era nada . entao eu sai do quarto. As coisas apos este dia pareciam que tinham melhorado ate que nos mudamos e eu comecei a namorar . no começo eu falei pra ele e ele disse que ia conversar com a minha mae. eles aceitaram Mas foi por pouco tempo. Depois ele fazia a cabeça da minha mae pra nao deixar eu ver meu namorado de jeito nenhum. e quando eu contava isso para as minhas amigas elas diziam que isso era por ciume de mim.

Agora estou resolvendo a situaçao. eu fugi de casa ano passado e fui morar com meu pai e ele me ajudou a fazer um boletim de ocorrencia . so que agora minha mae levou meus irmaos a delegacia e fez eles dizer que td era mentira estou apavorada. nao aguento mais ir em delegacias. minha mae quando soube da historia tinha estava brigada com ele porque ela pegou ele se masturbando com a minha. roupa ai ela ficou do meu lado e depois mudou de ideia. ai defende ele sempre e agora que o caso esta na delegacia ela esta contra. Preciso de ajuda estou com medo de falarem que ele e inocente ja que minha mae esta defendendo ele.

Pode por no blog so sem a identificação por favor... mt obrigada pela ajuda . mandei a mensagem sem esperança de resposta mas tive resposta mt obrigada msm.

um dos meus irmaos tambem veio morar comigo e os outros 2 estao com a minha mae e eles disseram na delegacia que era td mentira o que eu falei!! acho que minha mae mandou eles falarem isso.


mt obrigada bia bjsss
Anônima


Olá.

Antes de tudo eu gostaria de agradecer pela confiança em me enviar uma mensagem contando algo tão íntimo e delicado, e também pela permissão em colocar no blog. Sei bem que essa é a situação vivida por milhares de pessoas e ter esse contato com o seu depoimento pode ajudá-las a perceber o que passam e tomar atitudes como você já está tomando.

Infelizmente esse tipo de coisa acontece muito mais do que a gente pensa. Ninguém deveria ter que passar por isso! Não vejo como uma coisa normal o padrasto ou o pai ter tanto ciúme a ponto de se comportar como se vocês tivessem um relacionamento de casal, tentando abusos sexuais (o que também não é normal num relacionamento de casal!) e não deixando você ver seu namorado. Tem coisa aí! Sei que é um tema muito delicado, mas acho importante você conversar com a sua mãe, contar essa história desde o comecinho, mesmo já tendo feito isso. Com a cabeça fria e com paciência, tentando mais uma vez mostrar a ela que a culpa não é da vítima. O que ele fez foi um abuso sexual com uma menina menor de idade na época. E se fez uma vez, muito provavelmente fará de novo. Me preocupo também com seus irmãos mais novos, que pelo jeito são menores de idade, né? Importante conversar isso direitinho com a sua mãe e tomar atitudes para que o mesmo (ou coisa pior) não aconteça com eles.

Seria interessante você consultar também um advogado, que poderia te orientar nessa parte de leis e direitos. Mesmo porque se for comprovado o risco que seus irmãos estão enfrentando ao viverem com um padrasto que comete esse tipo de abuso e com uma mãe que é conivente com a situação, existe a chance de perderem a guarda dos filhos menores. 

Infelizmente é bem normal a mulher tomar o lado do companheiro nesses casos, na delegacia provavelmente vão considerar isso e investigar o caso de forma mais profunda. Se alguma coisa diferente tiver acontecido com seus irmãos (mesmo que “apenas” olhares, insinuações oi comentários inconvenientes), é importante eles dizerem. Isso ajudaria muito. O depoimento dos seus irmãos não invalida o seu. Provavelmente vão avaliar tudo com base em mais dados além dos depoimentos.

Além dos procedimentos legais, é importante também, neste tipo de situação, buscar psicoterapia. Um abuso sexual marca muito a vida da pessoa, ainda mais quando ocorre na infância ou adolescência, fases em que a pessoa ainda está se estruturando psiquicamente, pode marcar a personalidade e mesmo a forma de estabelecer relacionamentos no futuro. Vocês já estão agindo e tomando atitudes, isso é fundamental para mudar a situação. Não se calem, nunca se calem! A sua dor é a mesma de tantas outras pessoas, e mesmo que na hora pareça que tudo está perdido, a situação pode sim mudar, está nas nossas mãos fazer isso (já estão fazendo!). Qualquer problema volte a entrar em contato.

beijos,
Bia


Para participar da coluna Ágora, envie a sua pergunta para o email bf.carunchio@gmail.com, você também pode participar enviando sua pergunta através da nossa página no Facebook ou do meu perfil pessoal.  Você tem a opção de se identificar ou de se manter como anônimo.

2 comentários:

  1. Bia, eu e minha irmã passamos por algo parecido na infância (inclusive comentei aqui no blog). Fui molestada por um tio (que possui problemas mentais) na infância e quando eu já tinha 30 anos resolvi contar para minha mãe que não deu muito valor. Mesmo após eu ter contado, ela recebe esse meu tio em casa, o que eu acho um absurdo. Acho que o mínimo que ela deveria ter feito era cortar laços e não obrigar a gente a conviver com ele.

    Além disso, minha mãe não consegue demonstrar amor por mim e por minhas irmãs, já com meu irmão ela consegue demonstrar amor até porque ele consegue puxar isso dela porque meu irmão é uma pessoa muito carinhosa.

    Essa questão do abuso até hoje tento superar. Mas, percebo que o que mais me destrói é o sentimento de raiva que sinto da minha mãe por ela ter sido tão omissa em vários momentos da minha vida e não ter conseguido me amar. É muito difícil superar esse tipo de raiva, sinto até vergonha desse sentimento porque apesar dela não ter sido uma pessoa amorosa e não ter me dado uma orientação para a vida, ela sempre me colocou nos melhores colégio, não me faltou nada financeiramente.

    Será que um dia você poderia fazer um post relacionando temas como:
    - quando as mães não amam seus filhos
    - rivalidade entre mãe e filha
    - quando os filhos sentem raiva dos país: como superar

    Muito obrigada.

    Anônima

    ResponderExcluir
  2. Olá, me lembro sim da sua história. Muito triste quando a família não percebe o peso de uma situação como essa, não busca nenhum tipo de tratamento ou formas para lidar com a situação apenas esperando que a vítima "se esqueça" do que aconteceu. Mas as marcas são profundas e nesses momentos, o que mais é necessário é o apoio de pessoas queridas, como a família.
    Muito obrigada pela sugestão de temas, achei bastante pertinente. Em breve vou postar um artigo sobre isso.
    bjs

    ResponderExcluir