terça-feira, 29 de julho de 2014

Mythos - Iris: melhorando a comunicação

Íris é a deusa grega do arco-íris. Ela é casada com o vento Éolo, é filha de Electra (uma das Oceânides - as filhas do Oceano) e de Taumante (um deus ligado ao mar). É quase sempre mostrada como uma mulher jovem, com asas douradas.


Sendo a personificação do arco-íris, Íris é aquela que une o céu e a terra. Assim como em diversos outros povos, para os gregos o arco-íris é visto como uma ponte entre o mundo dos deuses e dos seres humanos. Ela tem uma ligação mais próxima com a deusa Hera, assim como com Hermes. Importante dizer, ela só leva mensagens dos deuses para a terra. Ela é uma das poucas a ter acesso a diversas partes do mundo, como o céu, a terra, o fundo do mar e até mesmo o mundo dos mortos. 
Ela viajava depressa e suave como o vento, e levava recados especialmente de Hera, a rainha dos deuses. Algumas versões dos mitos contam que a ligação com Hera ia além de mensageira, era Íris quem preparava seus banhos, conversava e dava conselhos e, algumas vezes, ainda executava as vinganças contra as amantes de Zeus. Quase sempre, no entanto, Íris aparecia trazendo paz. Para os gregos, o arco-íris é o símbolo da ligação entre os seres humanos e os deuses.


Questões para reflexão:

1- Existem muitas formas pelas quais podemos nos expressar e comunicar. Pela palavra falada ou escrita, por versos e músicas, através de desenhos, gestos, sinais, expressões faciais... Qual a que você mais se sente a vontade? Em alguns momentos, escolha outras formas de comunicação e veja como se sai. Algumas vezes, apesar de não estarmos habituados a certas formas de expressão no nosso dia a dia, acabamos descobrindo que a música, a poesia, a dança, o desenho, entre tantas outras, nos ajudam a tomar consciência dos nossos pensamentos e sentimentos mais profundos, funcionando como uma ponte entre o mundo concreto e o inconsciente (ou o "mundo dos deuses", para usar a linguagem do mito).

2- Comunicar não é apenas passar uma mensagem. É preciso pensar também na forma como o conteúdo será passado (formas de expressão, palavras escolhidas ou evitadas, tom de voz, o momento em que se fala, ritmo de fala, etc.). Isso também influencia na forma como a pessoa receberá a nossa mensagem. Perceba a forma como você se comunica e se ela é eficaz. Se não for, qual elemento você sente que precisaria mudar?

3- Passar uma mensagem, seja uma ideia, uma crítica, um elogio, a forma como nos sentimos, ou o que for, é a única forma de dividir o nosso mundo com outras pessoas. É permitir que um pouquinho de nós passe para a realidade concreta e que as outras pessoas participem um pouquinho do nosso mundo. Como tem sido esse processo para você? As participações são suficientes? São em excesso? O mundo que você apresenta quando se expressa é um reflexo fiel do seu mundo interior, é mais idealizado ou, ainda, apresentado de forma a parecer pior do que realmente é? Quando pensamos em como a gente se comunica, pensamos também em como nos damos a conhecer.

Nenhum comentário:

Postar um comentário