sexta-feira, 8 de agosto de 2014

Ágora - Por que você não pode interpretar meu sonho?

Eu te escrevi um tempo atrás e te contei um sonho, mas você me disse que não poderia interpretar e ficou só conversando comigo. Na hora me deu muita raiva de vc, mas agora quero entender porque vc disse que não podia interpretar se vc falou que faz isso com seus pacientes, se é que tem motivo pra não querer interpretar meu sonho.
Maiara


Bom dia, Maiara!

Eu me lembro da nossa conversa, no dia imaginei que você tivesse ficado um pouco frustrada com a minha resposta. Mas a realidade é essa. O sonho é feito de símbolos. Nele, tudo é simbólico: cada elemento, pessoas, lugares, sons, palavras, perfumes e sabores, a forma como o tempo passa, as emoções e ideias que fazem despertar em nós. No entanto, como expliquei naquele dia, os símbolos não são necessariamente fixos. Assim, ao contrário do que dizem aqueles livretos encontrados em bancas de jornal, é impossível dizer que sonhar com X sempre signifique determinada coisa. Para todos entenderem, vamos pensar na palavra "maçã". Eu escrevo essa palavra e vocês, quando a leem, se lembram do som, da imagem de uma maçã, do sabor dessa fruta, de seu perfume. Até aqui, temos um símbolo fixo. Uma maçã é uma maçã, com as mesmas características, valor nutricional, etc. em qualquer época, grupo cultural, para qualquer pessoa. Mas em sonhos, uma maçã pode significar algo muito diferente para alguém que cultiva macieiras numa fazenda e para alguém que nunca tenha provado essa fruta, por exemplo, ou ainda para uma mãe cujo filho pequeno tenha se engasgado com um pedaço de maçã.

Um sonho nunca é interpretado por inteiro. Sempre há algum símbolo a mais, algum outro significado possível, algum outro detalhe. Mas isso não tem importância, pois geralmente os sonhos trazem mensagens semelhantes em linguagens diferentes. Assim, no ponto de vista psicológico, o sonho não nos fala sobre coisas aleatórias, sobre o resultado de sorteios e loterias, nem mesmo sobre um futuro predestinado e imutável. O sonho nos fala sobre nós mesmos e sobre o nosso momento de vida. Não do ponto de vista que temos quando acordados, mas do ponto de vista do nosso inconsciente. Ele declara para nós mesmos os nossos conflitos, desejos, prazeres, que nem sempre conhecemos de fato. 

Assim, eu só poderia interpretar seu sonho (ou melhor, apontar alguns significados possíveis) conhecendo a fundo você, sua história, seu momento de vida, assim como conheço meus pacientes. O que me dispus a fazer foi conversar com você sobre o sonho. Mesmo porque é assim que as interpretações (de sonhos, de sintomas ou do que for) acontecem, no diálogo, o psicólogo não é e nunca será uma autoridade que reina sobre a psique do outro. A interpretação só é válida se encontrar eco e significado em você, que é um sujeito ativo nesse processo. Por isso, não acredite em interpretações "prontas".

Para terminar, separei alguns artigos sobre sonhos que podem ajudar a entender melhor o tema:

Espero ter esclarecido e contribuído.
beijos,
Bia

Para participar da coluna Ágora, envie a sua pergunta para o email bf.carunchio@gmail.com, você também pode participar enviando sua pergunta através da nossa página no Facebook ou do meu perfil pessoal.  Você tem a opção de se identificar ou de se manter como anônimo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário